Uma velha doente, tem leucemia, de 95 anos, foi submetida a uma revista e a retirar a fralda geriátrica, em um aeroporto da Flórida, nos EUA. O funcionário da segurança do aeroporto percebeu algo estranho em sua perna. Levada para uma sala à parte, a filha da idosa foi obrigada a assea-la, sim, porque […]

Continue lendo sobrePoder e as prisões da alma. O prisioneiro concorda em dar sua dignidade.

Andrei Barros Correia em 26/06/11

Que língua bonita! Percebe-se como o brasileiro falado é africano. Posts relacionados:Beijo de Saudade, por Tito Paris e Mariza.Dança ma mi criola, por Tito Paris.

Continue lendo sobrePadoce di céu azul, por Tito Paris.

Andrei Barros Correia em 26/06/11

Dionisos passeava por um império Habsburgo. Visitou o moribundo Mozart, que compôs essa abertura a morrer… Apolo estava também ao pé de Mozart, na ocasião… Não se retiraria nem se acrescentaria uma só nota. Posts relacionados:Concerto para Clarinete de Mozart.

Continue lendo sobreAbertura da Flauta Mágica, de W. A. Mozart.

Alheio a tudo que não conheço – o que é um truísmo purinho – obviamente não sabia quem era B Fachada. Olívia voltou de Portugal e trouxe-me a única coisa que me podia agradar, a mim que não queria e não quero nada trazido de viagens, porque fico sem conseguir disfarçar minha indiferença. Mas, Olívia […]

Continue lendo sobreB Fachada, uma pequena reação aristocrática. Ele parece reinvindicar Hermes.

Andrei Barros Correia em 22/06/11

São raríssimas as ocasiões em que se envelhece com grandeza. Esta é uma. O original, de 1964. Posts relacionados:Sem posts relacionados.

Continue lendo sobreAnthony Quinn dança zorba aos 84 anos! Grande, grande.

Andrei Barros Correia em 19/06/11

Presidente Dilma, a imprensa brasileira vai tentar retira-la da presidência, cedo ou tarde, porque distribui migalhas que os nazis, ou retém ou jogam fora, avaros ou com mania de limpeza! Vão fazê-la manter secretos documentos que em nada ameaçam o país. Ameaçam, sim, as reputações dos que não nas têm! Ameaçam um país com menos […]

Continue lendo sobrePresidente Dilma: um discurso de Kennedy que merece ser ouvido.

Andrei Barros Correia em 19/06/11

O que se conta é o seguinte: Antônio Silvino era o canganceiro mais conhecido dos sertões nordestinos, até aparecer Lampeão. Silvino chamava-se, de batismo, Manuel Batista de Morais e adotou o novo apelido em homenagem e demonstração de fidelidade ao antigo chefe, depois deste morrer. Uns dizem que essa música de Humberto Teixeira refere-se a […]

Continue lendo sobreParaíba masculina, de Humberto Teixeira, por Luiz Gonzaga.

Andrei Barros Correia em 19/06/11

Bem, calça justa cintada, sapato alto, cintura de pilão, isso tenho não. Mas cabelo grande…. kkkkkkkkkkk Posts relacionados:Sala de reboco, de Zé Marcolino e Luiz Gonzaga.

Continue lendo sobreXote dos cabeludos, de Luiz Gonzaga.

Andrei Barros Correia em 19/06/11

Um texto de Sidarta. Seu Otávio, já idoso e aposentado como coletor de impostos de Finismundi, dava sempre uma passada no bar Flor de Liz nos fins da tarde de volta da padaria onde diariamente ia comprar o pão do jantar. No bar, passava os olhos nos jornais que já tinham chegado das grandes cidades […]

Continue lendo sobreSeu Otávio, o Duque de Caxias e o forno de microondas.

Andrei Barros Correia em 19/06/11

A rotina põe a descoberto a saudade. Experimente-se fazer alguma coisa que sempre se fez em companhia de alguém sem essa presença. Surge o estranhamento que atende bem pelo nome de saudades. Desempenho minhas atividades de cozinheiro de final de semana em condições muito favoráveis. Os ingredientes que me interessam, posso tê-los sem muitas dificuldades. […]

Continue lendo sobreCozinhar com saudades…