Andrei Barros Correia em 30/11/11

O livrinho traz contos de humor de Anton Tchekhov e achei-o no supermercado, bem baratinho. Contos deliciosos, bastante curtos, de quando o autor era novo. O qualificativo de humor é cabível, mas implica a percepção de que humor é mais que o grotesco ou o burlesco. O tal humor tchekhoviano insinua-se por outros caracteres, entre […]

Continue lendo sobreContos de humor de Anton Tchekhov.

Andrei Barros Correia em 25/11/11

Por Daniel Maia Parece que a União já demonstrou que o lago de Belo Monte não irá prejudicar, sob qualquer aspecto, as populações indígenas eventualmente interessadas na paralisação do projeto. Segundo: tecnicamente, sabe-se que o tamanho do lago da usina, comparando-o com aquilo que se tem em território nacional, é ridículo frente aos benefícios que […]

Continue lendo sobreBelo Monte, comentário de Daniel Maia.

Andrei Barros Correia em 23/11/11

É ótimo que se discuta a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte. Raramente pode-se discutir qualquer coisa e geralmente a discussão é obstada precisamente pelos que clamam por democratização dela. É ruim que a contrariedade a Belo Monte tenha como ponta-de-lança tolices como o vídeo que atores de novelas da Globo fizeram. De tão […]

Continue lendo sobreBelo Monte e o tamanho da fazenda eólica.

O serviço público brasileiro tem um fetiche-mor: a reunião. Ela não é, como pode parecer a princípio, uma necessidade, convocada à vista da utilidade de haver mais de um servidor público reunido, para resolver o que só se resolve coletivamente. Claro, às vezes, ela desempenha precisamente tal papel, mas é raro. Ela não é, na […]

Continue lendo sobreReuniões no serviço público e o amor involuntário do vaudeville.

Andrei Barros Correia em 19/11/11

Muitos homens ricos, de riqueza antiga e rural, tiveram a ventura de serem também tolerantes e abertos, duas qualidades que os inspiravam à ditadura que é o mecenato dos pequenos intelectuais. Esses seres acolhidos na casa senhorial rápido percebem que as citações, o escândalo por pouco, a fome e o desalinho do cabelo e das […]

Continue lendo sobreFrita aí uns ovos com bacon, que Antonino tá com fome…

Andrei Barros Correia em 19/11/11

História realmente deliciosa, contada no site de Luis Nassif, que afirma tê-la ouvido um dia desses. Dá idéia da tartufice e da artificialidade de Fernando Henrique Cardoso. Fantástica, mesmo. Um homem absolutamente incapaz de perguntar o que era aquilo que lhe serviam, porque evidentemente o sabia, embora não o soubesse. E absolutamente convicto de que […]

Continue lendo sobreFernando Henrique Cardoso não conhece Biotônico Fontoura!

Andrei Barros Correia em 16/11/11

Posts relacionados:Sem posts relacionados.

Continue lendo sobreHow a gentleman must behave.

Andrei Barros Correia em 16/11/11

Castelhanos, por que não toureais mulheres e homens, reciprocamente, e sim touros? Os argentinos, superiores e por vós engendrados, toureiam-se. Um de vós precisou ir viver no México e cantar toda uma ibericidade americana maior que o planalto de Toledo. Posts relacionados:El dia que me quieras, por Plácido Domingo.

Continue lendo sobreCaminito, por Placido Domingo.,

Andrei Barros Correia em 16/11/11

Uno debe dejar el pais Valenciá e quedarse en México para ser omni-iberico. Posts relacionados:Caminito, por Placido Domingo.,

Continue lendo sobreEl dia que me quieras, por Plácido Domingo.

Andrei Barros Correia em 16/11/11

Que olhos negros… Posts relacionados:Sem posts relacionados.

Continue lendo sobreGuantanamera, por Nana Mouskouri.