Em países do que se convencionou chamar mundo desenvolvido, avançam medidas de higiene social. Trata-se de tanger os resultados da concentração obscena de rendimentos para longe das áreas habitadas e frequentadas pelos que ainda se mantém nos 10%. Vêm à mente os casos de Espanha e EUA. Na Espanha, recentemente, foi aprovada norma que viola […]

Continue lendo sobreA má-consciência do ladrão. Ou, tirem esses pobres da minha frente!

Andrei Barros Correia em 22/04/14

Padre Vasconcelos defendia os interesses da Santa Madre Igreja Católica no sertão nordestino, lá pelos anos de 1950. Era o segundo de cinco filhos de Dona Clementina Vasconcelos, que enviuvara dois anos depois de parir o último dos rebentos. Dona Clementina tinha um caráter forte, daquela força das coisas práticas. Ou seja, não era o […]

Continue lendo sobreUrinei num pneu quente…

Andrei Barros Correia em 17/04/14

As porções semi-áridas do Nordeste brasileiro viveram esporádicos ciclos econômicos favoráveis. Em regra, deveram-se ao sucesso de alguma cultura agrícola que se adaptou bem a estas plagas abandonadas pelos favores da natureza. Por um período até longo, reinou o algodão, cultura rentável e viável no clima semi desértico. As coisas foram bem até que uma […]

Continue lendo sobreÁgua com gás.

Andrei Barros Correia em 13/04/14

Comadre e compadre vieram almoçar. Não costumo cozinhar para mais que os moradores da casa, mas os convidados são estimados e bem-vindos e, além de tudo, gentis: caso resulte mal, abstêm-se de me dizer. A princípio, parece-me que ficou bom, até porque quase nada sobrou. Pensei em algo fácil e ao mesmo tempo pouco comum. […]

Continue lendo sobrePerna de carneiro assada, com tabule e homus.

Andrei Barros Correia em 11/04/14

Inicialmente, é preciso enunciar uma premissa básica: não existe imparcialidade jornalística. Contudo, não significa a impossibilidade de se comporem narrativas que não cheguem a serem puros editoriais. Também não deve implicar na confecção de discursos muito primários, em suas estruturas lógicas e no desprezo pelos fatos. Contar fatos não é algo isento, embora os fatos […]

Continue lendo sobreEscalada do maniqueísmo superficial, sem poética nem mística.

Andrei Barros Correia em 10/04/14

Uma das coisas fabulosas dos 60, que praticamente perderam-se depois, era o uso dos metais. Na medida certa, é fantástico. Posts relacionados:Sem posts relacionados.

Continue lendo sobreSon of a Preacher Man, por Dusty Springfield.

Andrei Barros Correia em 10/04/14

Posts relacionados:Casino Royale, já que o mundo é mesmo um jogo de conspirações.

Continue lendo sobreThe Look of Love, na cena antológica de Casino Royale.

Andrei Barros Correia em 06/04/14

Há meses, escrevi pequeno texto a demonstrar que o programa de rendimentos mínimos Bolsa Família é algo realmente mínimo e inferior ao que os médio classistas apropriam do Estado por meio de simples isenções tributárias, como aquela decorrente de ter um menor dependente. Basta um pouco de informação e de honestidade intelectual para perceber que […]

Continue lendo sobreAs raízes do ódio medio-classista ao Bolsa Família.