Andrei Barros Correia em 26/11/14

Nós, filhos da cultura mediterrânea, e os anglo-saxões, filhos bastardos desta com um amante moralista, acreditamos na persuasão. Este é o núcleo do nosso agir, não a justiça ou a equidade, como se diz e se parece acreditar. Nada disso. O centro da nossa forma de estar é o tentar convencer numa disputa.  No início, […]

Continue lendo sobreOs chineses não esbracejam à toa.

Andrei Barros Correia em 09/11/14

Romae omnia venalia sunt. Salústio   Em Roma tudo está à venda, dizia-se. Um tremendo erro, porque muito ou quase tudo não é tudo. Exatamente por não haver essa coincidência total, é necessário postulá-la, como verdade absoluta, inescapável e válida em toda parte. O surto moralista de Salústio, indignação sincera, serviu bem aos que tudo […]

Continue lendo sobreOferecem um pourboire a Pepe Mujica.