Chico Buarque

Andrei Barros Correia em 20/02/16

Meu coração tem um sereno jeito E as minhas mãos o golpe duro e presto, De tal maneira que, depois de feito Desencontrado, eu mesmo me contesto Se trago as mãos distantes do meu peito É que há distância entre intenção e gesto, E se o meu coração nas mãos estreito Me assombra a súbita […]

Continue lendo sobreMeu coração tem um sereno jeito.

Andrei Barros Correia em 23/05/11

Escuta com atenção e, se preferires, de olhos fechados. Repara a complexidade das harmonias e a doçura delas. Repara a poesia, simples, saudosa – claro – direta, simples, imagética. Posts relacionados:João e Maria, de Chico Buarque.Jorge Maravilha, de Chico Buarque.Morte e vida severina, na visão de Chico Buarque.

Continue lendo sobreRecife, cidade lendária, de Capiba, por Chico Buarque.

Andrei Barros Correia em 10/01/11

Chico explica que fez as letras em cima de melodia do maestro Sivuca, que compôs a valsinha em 1947. Posts relacionados:Recife, cidade lendária, de Capiba, por Chico Buarque.Jorge Maravilha, de Chico Buarque.Morte e vida severina, na visão de Chico Buarque.

Continue lendo sobreJoão e Maria, de Chico Buarque.

Andrei Barros Correia em 13/12/10

O que há de genial de Chico não está nesses livros que lhe têm dado prêmios. Ainda hoje, com um sorriso discretinho no canto da boca ele diz que não tem coisa nenhuma a ver com a filha do Geisel. Então, tá certo! Posts relacionados:Recife, cidade lendária, de Capiba, por Chico Buarque.João e Maria, de […]

Continue lendo sobreJorge Maravilha, de Chico Buarque.

Andrei Barros Correia em 13/12/10

O vídeo tem nítido contorno político, assim como teve a interpretação de Chico desses versos divinos de João Cabral de Melo Neto. A questão enseja essa abordagem porque a divisão das terras no Brasil ensejou e enseja muita pobreza e muita violência. A poesia cabralina não era motivada politicamente, todavia, e o poeta não se […]

Continue lendo sobreMorte e vida severina, na visão de Chico Buarque.

Andrei Barros Correia em 15/11/10

Tu as les tropiques dans le sang e sur la peau… Posts relacionados:Geni e o Zepelin, de Chico Buarque.Carolina, de Chico Buarque.Originais do Samba – Tenha Fé.

Continue lendo sobreJoana francesa, de Chico Buarque.

Andrei Barros Correia em 15/11/10

Bela homenagem a Bola de Sebo, de Guy de Maupassant. Posts relacionados:Joana francesa, de Chico Buarque.Carolina, de Chico Buarque.Originais do Samba – Tenha Fé.

Continue lendo sobreGeni e o Zepelin, de Chico Buarque.

Andrei Barros Correia em 03/10/10

Profecia poética. Carolina, nos seus olhos fundos guarda tanta dor, a dor de todo esse mundo Eu já lhe expliquei, que não vai dar, seu pranto não vai nada ajudar Eu já convidei para dançar, é hora, já sei, de aproveitar Lá fora, amor, uma rosa nasceu, todo mundo sambou, uma estrela caiu Eu bem […]

Continue lendo sobreCarolina, de Chico Buarque.

Andrei Barros Correia em 26/09/10

Nós gatos já nascemos pobres, porém já nascemos livres… Posts relacionados:Minha namorada, por Miúcha, Vinicius, Toquinho e Jobim.Recife, cidade lendária, de Capiba, por Chico Buarque.João e Maria, de Chico Buarque.

Continue lendo sobreHistória de uma gata, de Chico Buarque, por Miúcha.

Andrei Barros Correia em 09/07/10

Quem lembra de ter conhecido e estimado proximamente, lembra de outras formas. Posts relacionados:Soneto de fidelidade, de Vinicius de Moraes.Minha namorada, por Miúcha, Vinicius, Toquinho e Jobim.Recife, cidade lendária, de Capiba, por Chico Buarque.

Continue lendo sobreMedo da amar. De Vinicius, cantada por Chico Buarque.